Governos e entidades de diversos países homenagearam Roberto Marinho com a entrega de homenagens, condecorações, comendas e medalhas. Recebeu honrarias de Portugal, Itália, Chile, França, Peru, Polônia, Argentina, Áustria, China, Irã, Estados Unidos, Espanha, México e Venezuela.


Década de 1960

09/11/1960 Comendador da Orden del Merito de Mayo (Argentina). Em 08/09/1964, Roberto Marinho recebeu ainda a Grã-Cruz da mesma Ordem.

27/07/1961 Medalha de Homenagem da Delegação da Liga dos Estados Árabes no Brasil.

04/07/1963 Grande Oficial da Ordem da Estrela Brilhante, grau de Placa (China).

13/11/1964 Grão-Oficial da Ordem do Mérito da República da Áustria, entregue pelo presidente Adolf Shaerf. Na mesma ocasião, a Condessa Maurina Pereira Carneiro, diretora-presidente do Jornal do Brasil, foi agraciada com a insígnia de Comendador da mesma ordem.

11/06/1965 Medalha Comemorativa do décimo aniversário da Assembleia das Nações Cativas Europeias, em sinal de reconhecimento pelos serviços relevantes prestados à causa da liberdade do Centro-Leste Europeu.

11/01/1966 Condecoração da Ordem Homayoun (Irã).

15/09/1966 Comenda de São Gregório, o Magno, concedida pelo Papa João XXIII.

03/09/1968 Comenda da Ordem do Infante D. Henrique, grau de Grande Oficial (Portugal). Em 23/04/1987, o jornalista foi promovido ao grau Grã-Cruz da mesma Ordem. A entrega foi realizada em 14/05/1990.