Desde o início de sua vida profissional, Roberto Marinho foi reconhecido por sua contribuição ao desenvolvimento do país. Recebeu diversas condecorações, comendas e medalhas de órgãos e instituições oficiais, civis e militares. Foi nomeado para muitas ordens honoríficas, tendo sido, em alguns casos, promovido ao seu mais alto grau. Destacam-se a Medalha de Guerra, concedida pelo Ministério do Exército, e a Grã-Cruz da Ordem do Rio Branco, concedida pelo Ministério das Relações Exteriores. Como Chanceler da Ordem Nacional do Mérito, comenda concedida pela Presidência da República do Brasil, Roberto Marinho foi Presidente da Comissão Permanente do Livro do Mérito, um reconhecimento de sua atuação em favor da educação.


Década de 1950

09/10/1950 Medalha da Campanha do Atlântico Sul 1942/1945, concedida pelo Ministério da Aeronáutica. A medalha foi instituída pela lei n° 497, de 28/11/1948. 

21/09/1956 Medalha Comemorativa da Campanha de Educação Florestal, concedida pelo Ministério da Agricultura do Brasil.

23/11/1956 Medalha do Centenário, concedida pela Sociedade Propagadora das Belas Artes, pelos serviços prestados à Instituição.

30/11/1956 Medalha de Vermeil da Ordem de Damião, o Apóstolo dos Leprosos, concedida pela Associação Brasileira de Amparo aos Leprosos pelos serviços prestados à causa dos hansenianos.

1956 Diploma de Mérito do Lions Clube do Rio de Janeiro.

19/01/1957 Medalha Mérito Santos Dumont, concedida pelo Ministério da Aeronáutica. A medalha foi instituída pelo decreto n° 39.905, de 05/09/1956.

23/10/1957 Comendador da Ordem do Mérito Aeronáutico, concedida pelo Ministério da Aeronáutica. A entrega foi realizada em 22/12/1958. Em 18/10/1961, Roberto Marinho foi promovido ao grau de Grande-Oficial. 

13/12/1958 Comendador da Ordem do Mérito Naval, no Quadro Suplementar, concedida pelo Ministério da Marinha. 

06/01/1959 Diploma e Medalha de Prata comemorativos do Jubileu de Prata da Fundação da Rádio Roquette Pinto, concedidos pelo prefeito do Distrito Federal, José de Sá Freire Alvim.

21/04/1959 Grande Medalha da Inconfidência, concedida pelo governador do Estado de Minas Gerais, José Francisco Bias Fortes. Em 21/04/1979, Roberto Marinho recebeu a Grande Medalha da Inconfidência, no grau Promoções, concedida pelo governador de Minas Gerais, Francelino Pereira. A Medalha foi entregue a Roberto Marinho no ano seguinte, no dia 07/06/1980 na mesma ocasião em que foi assinado acordo entre a Fundação Roberto Marinho e o governo de Minas Gerais de cooperação para preservação do patrimônio cultural de Minas Gerais.

01/06/1959 Medalha Mérito Tamandaré, concedida pelo Ministério da Marinha. 

22/08/1959 Diploma de Mérito em reconhecimento àqueles que contribuíram com a missão do Comitê Húngaro da Organização de Socorros aos Refugiados, da Cruz Vermelha (RJ), em auxiliar os refugiados daquele país. A solenidade de entrega foi marcada na comemoração do 990° aniversário do Rei Padroeiro Santo Estevão, na Sociedade Hípica Brasileira (RJ). Impossibilitado de comparecer à solenidade de entrega, Roberto Marinho foi representado por Aloísio Araújo, jornalista do jornal O Globo.

09/09/1959 Diploma de Honra ao Mérito da Associação Cultural-Recreativa do Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Industriários.

09/1959 Cruz de Mérito, concedida pela Cruz Vermelha Brasileira.

04/10/1959 Medalha Comemorativa do Centenário de Nascimento de Clóvis Bevilacqua, concedido pelo ministério da Educação e Cultura.

10/1959 Medalha e diploma comemorativos do 50° aniversário do Andarahy Atlético Clube.