Os títulos e prêmios recebidos por Roberto Marinho são o símbolo do reconhecimento de seu trabalho em diferentes áreas de atuação. O prêmio de Personalidade do Ano, concedido três vezes ao jornalista pela Associação Brasileira de Propaganda (ABP), o Prêmio Destaque A Lavoura, da Sociedade Nacional de Agricultura (SNA), o Troféu do Mérito Siderúrgico, concedido pelo Instituto Brasileiro de Siderurgia e o Prêmio Libertae, concedido pela Associação Brasileira de Anunciantes (ABA), são algumas das principais homenagens ao jornalista e empresário.


Década de 1970

23/10/1972 Título de Amigo da Base Aérea de Campo Grande (MS), conferido a Roberto Marinho pelo Ministério da Aeronáutica do Brasil em reconhecimento à contribuição dada pelo jornalista nas comemorações da Semana da Asa de 1972.

21/12/1972 Troféu Comunicação, concedido a Roberto Marinho pela empresa Haroldo de Andrade Publicidade e Promoções Ltda, e entregue por Haroldo de Andrade em visita ao jornal O Globo.

05/04/1973 Personalidade Símbolo, concedido pelo Instituto Histórico e Cultural Pero Vaz de Caminha, de São Paulo.

28/10/1973 Personalidade de Destaque, concedido pela Associação dos Servidores Civis do Brasil. A entrega foi realizada na cerimônia de inauguração da nova sede da entidade, que antecedeu o encerramento do II Congresso Nacional da categoria. Roberto Marinho foi representado por Nilson Rezende, então gerente de circulação de O Globo.

12/1973 Líder do Desenvolvimento do Brasil 73, eleito através de pesquisa anual promovida pela Revista Country.

04/12/1975 Personalidade do Ano de 1975, concedido pela Associação Brasileira de Propaganda (APB). A premiação é a distinção máxima da ABP. O jornalista foi eleito mais duas vezes pela entidade, como Personalidade do Ano de 1984, entregue em solenidade realizada no dia 03/07/1985, e Personalidade do Ano de 1998, em solenidade realizada em abril de 1999. Na entrega do prêmio Personalidade do Ano, em 1985, Roberto Marinho chamou a atenção dos publicitários para o papel da propaganda em um país democrático, que naquele momento vivia o processo eleitoral para a Assembléia Constituinte. Destacou também o papel das Organizações Globo na vitória da Aliança Democrática, que elegeu Tancredo Neves primeiro presidente da República civil após 21 anos de sucessivos governos militares, e cuja eleição marcou o início da democratização do Brasil.

10/12/1975 Prêmio Destaque A Lavoura, concedido pela Sociedade Nacional de Agricultura (SNA). Na mesma ocasião, o jornal O Globo, representado por Walter Poyares, também foi premiado. O jornalista foi ainda premiado em 1982, com o Prêmio Destaque A Lavoura 1980/81, pelos serviços do programa Globo Rural ao setor.

22/12/1975 Troféu do Conselho Nacional do SESI (Serviço Nacional da Indústria). 

29/04/1976 Troféu Jornalista Herbert Moses, concedido, em sua primeira edição, a Roberto Marinho pela Associação de Imprensa do Estado do Rio de Janeiro. Na mesma ocasião, Marcos Tamoyo, então prefeito do Rio de Janeiro, também foi premiado.

17/12/1977 Eleito como uma das personalidades do ano na área de Comunicação pelos leitores da coluna do jornalista Luiz Augusto, da Revista UH.

03/07/1978 Troféu Mascate e título de “O homem que mais trabalhou pelo progresso e pela divulgação no Brasil”, entregues a Roberto Marinho em banquete realizado em sua homenagem no Clube Monte Líbano (RJ). O troféu representa a figura do primeiro libanês que aportou no Rio de Janeiro e, em seu discurso de agradecimento, o jornalista salientou a importância desse personagem histórico: “Se os libaneses e seus descendentes, de nada mais tivessem que orgulhar-se de sua larga contribuição a este país, bastaria que se recordasse a epopeia do mascate, esse bandeirante humilde, mas eficaz, cuja ação e diligência se confundem com a própria interiorização do progresso e das condições para melhoria de vida das populações do hinterland brasileiro”. 

1978 Eleito uma das personalidades Destaque 78, em evento realizado no Maracanãzinho (RJ) chamado Lions Show 78, uma parceria entre o Lions Clube do Rio de Janeiro e a Casa dos Artistas para angariar fundos em prol do Retiro dos Artistas.

17/05/1979 Prêmio Tendência de 1979, categoria Prêmio Especial, concedido pela revista Tendência, da Bloch Editores.

08/06/1979 Personalidade de Destaque no setor de Comunicação, concedido pelo Ateneu Rotário do Rotary Club de São Paulo.

17/06/1979 Homem Ilustre do Brasil de 1979, conferido pelo Instituto Cultural Brasil - Mundo Árabe (Ibema).

13/09/1979 Personalidade em Administração, concedido pela Escola de Administração da Universidade da Bahia.

13/11/1979 Empresário do Ano de 1979, concedido pelas Associações Comerciais do Rio de Janeiro.

18/12/1979 Prêmio Panorama 1979, concedido a Roberto Marinho pela Editora Pan Ltda., no 29° aniversário da Revista Panorama.

19/12/1979 Homem de Visão 1979, concedido pela revista Visão (SP). Pela primeira vez, o prêmio foi outorgado a um homem de imprensa.

1979 Troféu Antena de Ouro 79. Luiz Eduardo Borgerth recebeu em nome de Roberto Marinho.