Os títulos e prêmios recebidos por Roberto Marinho são o símbolo do reconhecimento de seu trabalho em diferentes áreas de atuação. O prêmio de Personalidade do Ano, concedido três vezes ao jornalista pela Associação Brasileira de Propaganda (ABP), o Prêmio Destaque A Lavoura, da Sociedade Nacional de Agricultura (SNA), o Troféu do Mérito Siderúrgico, concedido pelo Instituto Brasileiro de Siderurgia e o Prêmio Libertae, concedido pela Associação Brasileira de Anunciantes (ABA), são algumas das principais homenagens ao jornalista e empresário.


Década de 1980

24/01/1980 Destaque da Educação Estado do Rio de Janeiro Ano de 1979, conferido a Roberto Marinho pelo Conselho Diretor do Grupo River.

03/07/1980 Homem de Imprensa do Brasil, concedido pelo jornal Diário Popular de Curitiba (PR).

18/07/1980 Título de Amigo do Fotógrafo, conferido a Roberto Marinho pela Associação Profissional dos Estabelecimentos de Artes Fotográficas e Fotógrafos Autônomos de Duque de Caxias (RJ).

1980 Título de Amigo do Porto, concedido a Roberto Marinho pela Companhia Docas do Rio de Janeiro.

25/05/1981 Título de Construtor do Progresso, concedido pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg). Roberto Marinho foi representado por Rodrigo Mineiro, diretor da sucursal do jornal O Globo no estado.

07/1981 Título Amigo da Cidade de Teresópolis (RJ), concedido pelo Comitê de Imprensa do município. Na mesma ocasião, o jornalista recebeu o Troféu Mulher de Pedra. Impossibilitado de comparecer na solenidade de entrega, Marinho foi representado por Carlos José Oliveira, gerente da Rádio Teresópolis.

1/11/1981 Prêmio Fato Brasil, concedido pela Norton Publicidade, com o apoio do governo do Distrito Federal e da Bloch Editores.

24/09/1982 Prêmio Líder Empresarial, concedido através de votação da revista Balanço Anual, da editora Gazeta Mercantil. Roberto Marinho foi eleito diversas vezes, em diferentes categorias, pela mesma publicação: Prêmio Líder Setorial, na área Editorial e Gráfica (29/08/1985); Prêmio Líder Setorial, na área Editorial e Gráfica (1986); uma das lideranças mais influentes no país (1988); Troféu da revista Balanço Anual, por ter sido um dos eleitos como Líder Empresarial nos últimos 12 anos da premiação na categoria Nacional (11/09/1989); Líder Empresarial, na categoria Nacional (16/08/1990); Líder Empresarial, na categoria Nacional (1991); Líder Empresarial, na categoria Nacional e na área de Comunicação (21/09/1992); Líder Empresarial, na categoria Nacional e Líder Setorial na área de Comunicação de 1992 (30/08/1993); Líder Empresarial na área de Comunicação (07/11/1994); Líder Empresarial na área de Comunicação (1995); Líder Empresarial no Rio de Janeiro de 1996/97 (12/06/1996); Líder Empresarial do estado do Rio de Janeiro de 1999/2000 (13/12/1999); um dos cinco empresários de destaque em sua área de atuação (2000) e, finalmente, Líder Empresarial, pelo Fórum de Líderes, em comemoração pelos 25 anos de criação da premiação (13/02/2002).

28/10/1982 Título Amigo do Livro, concedido pela Câmara Brasileira do Livro a Roberto Marinho. A homenagem, outorgada àqueles que mesmo não sendo da área editorial trabalham em prol da promoção e defesa do livro e da cultura, foi justificada pelo incentivo que a Fundação Roberto Marinho tem dado ao livro, com o projeto Ciranda de Livros. A solenidade de entrega foi realizada durante jantar de confraternização da classe editorial e livreira no Buffet Residence (SP), e Roberto Marinho foi representado por José Carlos Barbosa de Oliveira, então Coordenador de Projetos Culturais da Fundação Roberto Marinho.

1982 Homem de Comunicação 82, concedido pelo I Encontro de Integração Nacional Itaqui/Carajás, promovido pelo Jornal de Hoje (São Luís, MA), Governo do Maranhão, Federação das Indústrias, Associação Comercial do Maranhão e Imperatriz, Clube dos Diretores Lojistas do Maranhão e Escritório do Projeto Carajás. Roberto Marinho foi representado por Walter Poyares no evento, realizado no Hotel Villa Rica (São Luís, MA). No discurso de agradecimento lido por seu representante, o jornalista lembra seu papel como comunicador: “Ao dirigir o extenso conjunto de empresas conhecido como Organizações Globo, tenho sempre em mente, a reger meus atos e decisões, esta minha função básica de trabalhador da Comunicação Social à qual me dedico com o mesmo entusiasmo do início, com a mesma confiança em nosso futuro e com a mesma convicção no valor do trabalho, fonte primeira de todo progresso”. 

09/03/1983 Troféu entregue pelo presidente da FOCA (Associação dos Construtores de Fórmula 1), Bernie Ecclestone, a Roberto Marinho, em retribuição ao apoio e incentivo dados à Fórmula 1. A solenidade foi realizada no Palácio da Cidade (RJ) e contou com a presença do prefeito da cidade, Julio Coutinho, que abriu oficialmente o Campeonato Mundial de Fórmula 1, o então campeão mundial de F-1 Keke Rosberg, João Havelange, presidente da Fifa, Joaquim de Mello, presidente da CBA (Confederação Brasileira de Atletismo), e César Montagna, presidente do CND (Conselho Nacional de Desportos), entre outros.

04/1983 Personalidade de 1983, eleito pelo periódico BC Diário, da BC Editora Jornalística LTDA.

28/07/1983 Medalha Integração, concedida pelo Centro de Integração Empresa-Escola do Rio de Janeiro (CIEE), por suas relevantes ações em prol de um maior entrosamento entre escolas e empresas. A entrega foi realizada no jornal O Globo pelo presidente da entidade, Carlos Alberto Rabaça, que estava acompanhado dos diretores Raul Portugal e general Hélio Gomes. No mesmo dia, o jornalista foi agraciado com o diploma de Membro de Honra da entidade.

30/04/1984 Troféu Grã Ordem São José Artesão, concedido pela ABACE (Fortaleza-Ceará).

10/09/1985 Prêmio Jornalista do Ano e Troféu Jacaré, concedidos a Roberto Marinho pelo Sindicato dos Jornalistas de Recife (PE) e pela empresa Alcântara Machado Nordeste Ltda. A solenidade de entrega marcou as comemorações pelo Dia Nacional da Imprensa e Dia do Jornalista. Impossibilitado de comparecer à solenidade, Roberto Marinho foi representado por José Carlos Maia Alencar, diretor da sucursal do jornal O Globo em Recife.

28/10/1985 Prêmio Visconde de Cairu, oferecido pelo índice Banco de Dados e pela Varig a uma personalidade brasileira e uma estrangeira que tenham contribuído para o desenvolvimento das relações econômicas e culturais entre o Brasil e a comunidade econômica mundial. Nesta ano, junto com Roberto Marinho foi premiado Eric A. A. Bruell, presidente da British American Tobacco (BAT). A solenidade de entrega foi realizada na embaixada brasileira em Londres, e, em seu discurso, o jornalista salientou a importância do diálogo como caminho de entendimento: “Tenho sempre em mente que a comunicação não é um privilégio do homem. Todos os seres vivos se comunicam. Aquilo que nos caracteriza é a compreensão. Por isso, costumo repetir que não adianta difundir informações se não estivermos dispostos a discuti-las. Utilizando-se a força dos meios de comunicação, pode-se talvez vencer, mas não convencer. O convencimento exige diálogo.” 

17/12/1985 Título de Amigo dos Idosos, conferido a Roberto Marinho pela Associação Brasileira da Terceira Idade (Niterói, RJ).

29/01/1987 Prêmio Homem de Vendas de 1986, concedido pela Associação dos Dirigentes de Vendas do Brasil (ADVB). A justificativa para a premiação deve-se ao destacado trabalho de vendas e marketing desenvolvido pelas Organizações Globo. A solenidade de entrega foi realizada na Sociedade Hípica Paulista (SP). Em seu discurso de agradecimento, Roberto Marinho falou sobre a situação política do país com o processo de redemocratização, com destaque para a instalação da Assembleia Nacional Constituinte. Convidado para participar da premiação do ano seguinte, Roberto Marinho foi representado pelo superintendente de Comercialização da Rede Globo Antônio Vicente Austregésilo de Athayde.

06/1987 Prêmio Minas Exporta/87, concedido a Roberto Marinho, na categoria Destaque Nacional, pela exportação de programas de televisão.

23/11/1987 A Revista Nacional de Telemática (RNT) concede a Roberto Marinho o título de Pioneiro Emérito das Telecomunicações, devido aos relevantes serviços prestados pelo jornalista às Telecomunicações. Roberto Marinho foi representado por Antonio Athayde na solenidade de entrega, realizada no Hotel Maksoud Plaza (SP).

12/1988 Troféu Abelha Vitória, concedido a Roberto Marinho pelo governo do estado do Espírito Santo.