Homenagens

Homenagens

É significativa a variedade de homenagens prestadas ao jornalista e empresário Roberto Marinho. Seu nome foi dado a ruas, prédios, bibliotecas, provas esportivas, prêmios, entre outros. Recebeu centenas de diplomas de agradecimento, placas, e foi prestigiado em recepções, almoços e jantares. Na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, o Ginásio de Aplicação do Centro de Estudos Pedagógicos recebeu o nome de Roberto Marinho. Pelo reconhecimento ao auxílio prestado na valorização da região da Cinelândia, Centro do Rio de Janeiro, o jornalista recebeu o diploma Amigo da Cinelândia. Roberto Marinho recebeu, ainda, placa comemorativa pelos 50 anos da Sociedade Hípica Brasileira.


Década de 1970

20/04/1971 Certificado de agradecimento do Clube Naval a Roberto Marinho por sua colaboração.

06/1971 Diploma de colaborador da Olimpíada do Exército 1971, concedido a Roberto Marinho pelo Ministério do Exército do Brasil.

08/1972 Certificado de colaborador do curso O Rio de Janeiro e a Independência, concedido a Roberto Marinho pelo Instituto Histórico e Geográfico do Estado da Guanabara.

07/09/1972 Diploma do Sesquicentenário da Independência do Brasil, concedido a Roberto Marinho pela Comissão Executiva Central das Comemorações.

29/09/1972 Jantar oferecido a Roberto Marinho pelos Cariocas Honorários Portugueses em sua homenagem.

05/12/1972 Jantar oferecido pela Pequena Obra Nossa Senhora Auxiliadora, em que Roberto Marinho foi homenageado recebendo o Troféu Ponsa, trabalho do artista José Sá Peixoto, pelo apoio dado à campanha assistencialista da instituição.

31/07/1973 Homenagem prestada pela Ordem dos Cariocas Honorários, em seu 10° aniversário, em jantar na sede da Manchete.

22/05/1974 Almoço em homenagem a Roberto Marinho por seu trabalho em favor das causas comunitárias, oferecido pelo Lions Clube do Brasil (Rio de Janeiro – Centro), realizado no Clube da Associação das Empresas de Crédito, Investimento e Financiamento (ADECIF).

12/09/1974 Agradecimento do Conselho Estadual de Trânsito, da Secretaria de Segurança Pública do Governo do Estado da Guanabara, pela colaboração prestada à realização das Campanhas Permanentes Educativas de Trânsito.

10/1974 Inauguração da Biblioteca Roberto Marinho, na nova sede da Associação Beneficente do Instituto Brasileiro de Reeducação Motora.

09/07/1976 Homenagem prestada a Roberto Marinho pelo Clube dos Diretores Lojistas em almoço de comemoração pelo Dia dos Avós, na Associação Comercial do Rio de Janeiro. O jornalista, impossibilitado de comparecer à solenidade, fez-se representar por Mário Melo, seu assessor.

11/07/1976 Certificado da Air France de que Roberto Marinho ultrapassou a barreira do som a bordo do avião Concorde, no dia 11 de julho de 1976.

09/08/1976 Placa de prata comemorativa do centenário de nascimento de Irineu Marinho, seu pai. Recebida dos representantes do Rotary Club do Rio de Janeiro, Mauro Viegas e Paulo Willemsens, respectivamente presidente e ex-presidente da entidade.

11/08/1976 Diploma da Câmara de Comércio Brasil Argentina, concedido como símbolo dos serviços prestados em prol do Intercâmbio, Amizade e Fraternidade entre o Brasil e Argentina.

25/08/1976 Diploma de Reconhecimento da 2ª Brigada de Infantaria e Guarnição Militar de Niterói-São Gonçalo.

16/09/1978 Abertura da I Semana da Música Barroca, em Minas Gerais. O concerto de abertura, realizado no Teatro Elizabethano de Sabará, homenageou Roberto Marinho, e foi executado pela Câmara de Jean-François Paillard, que comemorava seus 25 anos de atividade.

23/04/1979 Diploma da Associação Beneficente e Cultural B´nai B´rith do Rio de Janeiro, conferido a Roberto Marinho em agradecimento aos serviços prestados à comunidade.

01/06/1979 Diploma do Jubileu de Prata do Iate Clube de Angra dos Reis, conferido a Roberto Marinho pelos relevantes serviços prestados à instituição.

04/09/1979 Placa pela promoção do Ano Internacional da Criança, entregue a Rio Branco durante a visita do Colégio Tia Paula (Curitiba, PR), na sede da TV Globo (RJ).

24/09/1979 Diploma de gratidão da Vara de Execuções Criminais da Capital do Estado do Rio de Janeiro, concedido a Roberto Marinho por serviços prestados ao "Mutirão do Amor".