Coleção Roberto Marinho

Apaixonado por arte, Roberto Marinho começou a formar sua pinacoteca nos anos 1930 e, ao longo das seis décadas seguintes, reuniu quase 1.400 obras, que compõem uma das principais coleções do modernismo no Brasil. A instalação mostrou reproduções de algumas das obras da coleção Roberto Marinho, como quadros de Portinari, Guignard, Di Cavalcanti, Djanira, Lasar Segall, Tarsila do Amaral, Antonio Bandeira, Mabe, Tomie Ohtake, Ismael Nery, Milton Dacosta, Burle Marx, entre outros. O visitante pôde conhecer, através de legendas informativas, algumas histórias sobre os quadros. Um dos grandes destaques da exposição foi a escultura feita em bronze pelo próprio Roberto Marinho, na década de 1980.