Dona Chica

Dona Chica

Em 24 de dezembro de 1903, Irineu Marinho casou-se com Francisca Pisani, a D. Chica, filha de imigrantes pobres do sul da Itália. Descrita pelos parentes como uma verdadeira “mama” italiana, D. Chica acompanhou de perto e contribuiu ativamente para a ascensão profissional de Irineu Marinho e para o sucesso de seus empreendimentos.


Corrêas

Família Marinho e amigos em Corrêas, 1921. Arquivo / Memória Globo

Em 1921, a família comprou uma casa em Corrêas, distrito do município de Petrópolis, no Rio de Janeiro. No ano seguinte, Irineu Marinho construiu uma casa de hóspedes, a Vivenda Heloísa, para receber os amigos Antônio Leal da Costa, Mario Magalhães, Castellar de Carvalho e Vasco Lima.

A propriedade foi palco de festas memoráveis, entre elas o aniversário de vinte anos de casamento de Irineu Marinho e Dona Chica, em 1923, e o carnaval de 1924. O baile, realizado pouco antes de a família viajar para Europa, foi animado por ninguém menos do que a orquestra dos Oito Batutas, comandada por Pixinguinha.