Expansão

Expansão

A partir de 1997, ano da consolidação da liderança da Globosat no mercado brasileiro de TV por assinatura, uma série de novos canais e transformações técnicas mudaram o perfil da empresa. A filosofia por detrás disso é apontada por Pecegueiro. “A gente começou a passar por um processo de instruir, educar e aparelhar o mercado para lidar com essa nova mídia.” Surgiram os canais Futura, Canal Brasil, Viva e Gloob. 

 


Canal Brasil

“O espectador brasileiro se acostumou a ver o Brasil na tela.” (Alberto Pecegueiro, diretor-geral da Globosat)

Em 1998, a Globosat e o Consórcio Brasil, grupo de cineastas independentes, lançaram o primeiro canal brasileiro de filmes, o Canal Brasil. Mais que um exibidor de filmes, o canal se tornou um parceiro do cinema na TV, importante aliado na produção, exibição e conservação da memória do cinema nacional.

Em sintonia com a recuperação da sétima arte, o Canal Brasil se faz presente nos principais eventos do gênero, transmitindo festivais diretamente de Gramado, Brasília, São Paulo, Ceará, Cuiabá, Recife, Goiás e Bahia. Com produções 100% nacionais, investe em novos formatos e produz programas com irreverência e bom humor. Seu slogan atual define bem sua presença no país: “Vários sotaques. Uma só língua.”