Editora Globo

Editora Globo

A Editora Globo nasce em agosto de 1986, do espírito inovador de duas famílias: a Marinho e a Bertaso.  Essa última era dona da Editora Globo, de Porto Alegre, que tinha um dos melhores catálogos do país e privilegiava a qualidade das publicações.


Cinco selos

Além do selo Globo Livros, a casa anunciou oficialmente, em 2012, mais cinco selos que definem sua linha editorial. São eles: Biblioteca Azul, Globo Estilo, Globinho, Globo de Bolso e Principium. Além de organizar o acervo e facilitar a identificação de autores e obras, as marcas contemplam o dinamismo e o sucesso dos 60 anos da Editora Globo, conservando a tradição da antiga Editora Globo de Porto Alegre, incorporada às Organizações Globo em 1986. 

A Comédia Humana, de Honoré de Balzac. Selo Biblioteca Azul, Globo Livros. Acervo Ed. GloboO selo Globo Livros publica ficção, não ficção, coleção História, livros-reportagens e guias da Lonely Planet. Entre as publicações estão O Silêncio das Montanhas, de Khaled Hosseini, o mesmo autor de O Caçador de Pipas, além das biografias de Neil Young e Jimmy Page (o líder da banda Led Zeppelin), e a mais recente, Casagrande e Seus Demônios, sobre o ex-jogador Walter Casagrande Júnior, escrita em parceria com o jornalista Gilvan Ribeiro. Por fim, a série O Livro da FilosofiaO Livro da Psicologia e o Livro da Economia.

O selo Biblioteca Azul foi criado para os clássicos, ensaios e biografias. O título inaugural foi Sempre a Mesma Neve e Sempre o Mesmo Tio, de Herta Muller, vencedora do Prêmio Nobel de Literatura.  Outros autores publicados foram Samuel Beckett, George Steiner, Grahan Greene, Oswald de Andrade e Monteiro Lobato. Recentemente, foi relançada e reeditada A Comédia Humana, de Balzac, e publicado o último volume de Mil e Uma Noites, traduzida do árabe para o português por Mamede Mustafa Jarouche. John Banville, vencedor do Man Booker Prize (o mais importante prêmio literário em língua inglesa), lançou A Luz Antiga, durante a Festa Literária de Paraty.

O selo Globo Estilo se concentrou nas publicações de gastronomia, vida prática, livros ilustrados, coedições e grandes nomes do jornalismo. O primeiro título publicado foi Jamie – 30 Minutos e Pronto, do chef britânico Jamie Oliver.

O selo Globinho reúne publicações infantojuvenis, com  os clássicos de Monteiro Lobato, Ziraldo, Mauricio de Sousa; Agapinho, de Padre Marcelo Rossi; entre outros.

O selo Globo de Bolso foi destinado a versões reduzidas e com preços menores. Entre os primeiros títulos publicados neste formato estão: O Admirável Mundo Novo, de Aldous Huxley e O Assassinato de Roger Ackroyd, de Agatha Christie.

O selo Principium foi lançado para títulos de autoajuda. Entre as publicações inclusas está Ágape, do Padre Marcelo Rossi.