Destaques

Destaques

Desde o lançamento, O Globo privilegiou diversas categorias profissionais que abrilhantaram a produção jornalística ao longo dos anos. Contou com talentos na caricatura, ilustração, fotografia, colunas, seções, cadernos e suplementos. O jornal é um colecionador de prêmios em função da sua qualidade editorial e respeito ao leitor. 


Classificados

Até 1969, quando O Globo ainda era vespertino, a maioria dos anúncios do mercado carioca pertencia ao Jornal do Brasil. Nesse ano, em 22 de março, o jornal resolveu lançar um Caderno de Classificados, com anúncios de imóveis (compra, venda e aluguel), automóveis, utilidades do lar e empregos, além de artigos, reportagens e noticiário sobre veículos e transportes. Os Classificados, entretanto, só tiveram maior expressão a partir de 1972, quando foi lançada a edição de domingo e O Globo passou a ser matutino. Em 1979, saiu o Classifone. Em pouco tempo, o jornal conquistou a maior fatia de anúncios de classificados do mercado do Rio de Janeiro. Em julho de 2013, estreou um novo caderno: Negócios & Leilões