Destaques

Destaques

Desde o lançamento, O Globo privilegiou diversas categorias profissionais que abrilhantaram a produção jornalística ao longo dos anos. Contou com talentos na caricatura, ilustração, fotografia, colunas, seções, cadernos e suplementos. O jornal é um colecionador de prêmios em função da sua qualidade editorial e respeito ao leitor. 


Consumidor

Publicada desde 1981, Defesa do Consumidor abriu um espaço para o leitor denunciar práticas ilegais e reclamar de empresas, órgãos do governo e de concessionárias de serviços públicos. A coluna foi ideia do então diretor de Jornalismo, Evandro Carlos de Andrade e organizada pelo ex-chefe de redação, Henrique Caban, que comenta: “A coluna gerou o Código do Consumidor, uma iniciativa muito interessante. Até hoje, a seção funciona como um guia para os cidadãos conhecerem  seus direitos e deveres.”

Defesa do Consumidor teve especial importância na prestação de serviços durante os planos econômicos criados nas décadas de 1980 e 1990. Muitas das denúncias publicadas na seção fizeram com que o Ministério Público realizasse ações que resultaram em mudanças de contratos de bancos, de empresas de turismo e de cartões de crédito.

A tradição de ter colunistas renomados e com opiniões diversas atravessa os quase 90 anos de O Globo. Além dos nomes já citados, assinaram e assinam colunas no jornal: Thiago de Mello, João Ubaldo Ribeiro, Affonso Romano de Sant’Anna, Guilherme Figueiredo, Sidney Garambone, Arthur Dapieve, Miguel Falabella, Arnaldo Jabor, Gerald Thomas, Paulo Coelho, Arthur Xéxeo, Caetano Veloso, Cora Ronái, Luiz Garcia, Nelson Motta entre outros.