Programas

Programas

A televisão sempre foi uma aliada da Fundação Roberto Marinho nos projetos que podiam transformar, para melhor, a vida do cidadão no trabalho, em família, na escola e na sociedade. Na Globo, os projetos ganhavam repercussão nacional e atingiam milhares de pessoas. 


Globo Ciência

O programa de televisão Globo Ciência, exibido pela primeira vez em 1984, foi criado para simplificar e desmistificar as experiências científicas. Mesclava reportagens de ciências, tecnologia e ciências humanas e foi reconhecido por países como Colômbia, Cuba e França. Em 1989, em parceria com a Fundação Banco do Brasil, ficou em 1º  lugar no Concurso de Jornalismo Científico da América Latina, realizado em Bogotá, na Colômbia. No ano seguinte, um intercâmbio foi assinado entre Roberto Marinho e Fidel Castro, então presidente de Cuba. Em 1991, foi a vez da França. O Globo Ciência foi apontado pelo Centro Nacional de Pesquisa francês como um dos melhores programas de divulgação científica do mundo. 

Dois anos depois, a Fundação Roberto Marinho, o Banco do Brasil e a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, a SBPC, assinaram contrato de renovação do programa. Quando completou 20 anos, em 2004, o programa passou a ser documental, sendo conduzido pelo ator Alexandre Piccini, com a consultoria de Marcelo Gleiser, um profissional que estuda a origem e a evolução do universo, a partir da ciência. Atualmente, o Globo Ciência é exibido pela Globo, pela Globo News e pelo Canal Futura.