Década de 2000

Década de 2000

A Globo chegou ao século XXI cada vez mais conectada com o jornalismo que aposta na credibilidade, isenção e transparência e com um entretenimento de qualidade e inovador. Foi destaque na cobertura dos atentados de 11 de setembro nos Estados Unidos, acompanhou a campanha vitoriosa da seleção brasileira na Copa do Mundo de 2002 e entrou para o Guinness, o livro dos recordes, como a maior produtora de novelas do mundo. Também estreou na transmissão de programas em alta definição e, em 2009, levou o prêmio Emmy Internacional de melhor telenovela por Caminho das Índias, de Gloria Perez. A década também foi marcada pelo estreitamento das relações entre TV e Internet. Sites de notícias (G1), sobre Esportes (Globoesporte), de Entretenimento (Gshow) e sobre a história da Globo (Memória Globo) foram lançados e transformaram a Globo.com em um dos portais e provedores mais acessados no Brasil.


Internet

Logomarca Globo.com / DivulgaçãoEm 2000, as Organizações Globo lançaram o portal e provedor de internet Globo.com. A empresa possui uma ampla base de assinantes e hospeda centenas de sites das empresas Globo e filiados. A Globo.com, um dos maiores portais brasileiros, se baseia em quatro pilares principais: notícias, esportes, entretenimento e tecnologia e vídeos.

Além dos portais dos jornais O Globo e Extra, das rádios CBN e Globo, da revista Época e dos canais Globosat (Multishow, GNT, Gloob, Telecine, SporTV), estão na Globo.com os principais sites da Rede Globo. Os sites comerciais G1, GloboEsporte.com e Gshow – contêm tudo sobre notícias, esportes e programas de entretenimento que vão ao ar na Rede Globo. Há também o site Memória Globo que contém informações (vídeos, textos, webdocs e depoimentos) sobre o que foi exibido pela Globo desde sua inauguração, em 1965, até os dias atuais.

G1

O G1 é o portal de notícias mais acessado no Brasil. Lançado em 18 de setembro de 2006, disponibiliza conteúdo de Jornalismo da Globo e de suas empresas afiliadas, da Globo News, das Rádios Globo e CBN, dos jornais O Globo e Extra, das revistas Época e Globo Rural, entre outras – além de reportagens próprias em formato de textos, fotos, vídeos, áudios e infográficos. O G1 segue a orientação da Direção Geral de Jornalismo e Esportes da Rede Globo. Além das redações próprias localizadas nas cinco emissoras Globo – Rio, São Paulo, Brasília, Belo Horizonte e Recife -, também conta com redações nas 117 emissoras afiliadas. Recebe ainda informações das redações dos jornais, rádios e revistas das Organizações Globo e de agências de notícias nacionais e internacionais.

GloboEsporte.com

É o site de esportes das Organizações Globo que disponibiliza conteúdos dos programas esportivos da Rede Globo – Globo Esporte, Esporte Espetacular, Auto Esporte - e da Globosat – SporTV 1 e SporTV 2. Mostra também informações em tempo real de jogos esportivos e produz conteúdos exclusivos sob a forma de textos, vídeos, infográficos, jogos e conteúdos interativos. O portal GloboEsporte.com segue a orientação da Direção Geral de Jornalismo e Esportes da Rede Globo. Em 2007, segundo medições do Ibope, assumiu a liderança do mercado de esportes na internet brasileira.

Gshow

Gshow é o portal de entretenimento da Rede Globo. Traz os conteúdos de todos os programas que são exibidos na Globo, assim como os bastidores da TV, curiosidades sobre as celebridades, detalhes sobre o Projac, receitas, webséries, entrevistas, jogos e outros conteúdos interativos. No Gshow é possível assistir novelas, minisséries, seriados, programas de humor, auditório e variedades que estão no ar na televisão aberta, assim como rever capítulos e episódios já exibidos.

Memória Globo

O site Memória Globo foi lançado em 2008 com a proposta de fornecer ao público conteúdos audiovisuais e textuais sobre programas, coberturas, profissionais e momentos marcantes da história da Rede Globo. Nele o internauta pode obter todas as informações (textos, imagens, áudios) sobre coberturas jornalísticas e esportivas, novelas, seriados, minisséries, programas humorísticos, de auditório, musicais, variedades e infanto-juvenis, exibidos na Globo, de 1965 aos dias atuais. No site também é possível encontrar os perfis de talentos que trabalham ou trabalharam na emissora, com suas trajetórias e imagens de momentos marcantes.

Linhas do tempo contando a história da empresa e de todos os programas enriquecem o site Memória Globo. Uma das áreas mais atrativas é a dedicada aos webdocs - pequenos documentários construídos por meio dos depoimentos de profissionais da Globo sobre fatos do jornalismo e esportes ou sobre um programa que foi exibido ao longo dos anos.