Meio ambiente

Meio ambiente

Não é só com campanha ou material didático que se conscientiza governo e população a evitar a destruição do meio ambiente. A luta contra a extinção de espécies de bichos, o desmatamento, a poluição de rios e mares é uma ação constante na área de Meio Ambiente da Fundação Roberto Marinho. Esse é um legado de Roberto Marinho que, desde o início da Fundação, cuidava do patrimônio natural do país.


Projeto Ecologia

A Fundação Roberto Marinho começou a atuar na área de preservação ambiental, em 1981, com campanhas e documentários para defender o meio ambiente das agressões do homem e garantir a vida no planeta. O tema ainda dava os primeiros passos no Brasil e no exterior. Havia poucas entidades voltadas para a defesa da natureza.

“Como homem do século XX, tenho a febre do desenvolvimento, sabendo, no entanto, que ele só tem sentido quando respeitadas as regras da preservação da natureza, sem a qual tudo é possível, menos a própria vida.” (Roberto Marinho)

Em 1981, a Fundação Roberto Marinho lançou o Projeto Ecologia. A intenção era documentar a vida dos animais em extinção e produzir material para alertar a sociedade sobre a importância da preservação. Uma das campanhas mais lembradas do projeto foi a de preservação do mico-leão-dourado.

Seis anos mais tarde, em 1986, a Fundação Roberto Marinho, a Vale e o CNPq, com o convênio do Ministério das Minas e Energia, criaram o Prêmio Nacional de Ecologia. O prêmio buscava valorizar os trabalhos de cientistas e empreendedores comprometidos com a harmonia entre o desenvolvimento econômico e equilíbrio ambiental.