Sucesso

Sucesso

A partir do final da década de 1980, a Som Livre se firma no mercado com o lançamento de discos que viraram uma verdadeira febre. A trilha da novela O Rei do Gado, de Benedito Ruy Barbosa, vendeu mais de um milhão de cópias, em menos de um mês. Com o surgimento da internet, a Som Livre criou, em 1999, sua primeira loja virtual.


Meio de Campo

A partir de 1989, Mariozinho Rocha, ex-diretor da gravadora Polygram, assume a direção musical das produções dramatúrgicas da Globo, agindo como intermediário entre a Som Livre e a Central Globo de Produção. Ele já havia trabalhado como produtor independente em Roque Santeiro, Roda de Fogo e na segunda versão de Selva de Pedra.

“Teve um momento em que achei que o caminho entre a TV Globo e a Som Livre estava minado no aspecto de quem decide o quê. Porque na Globo, naquela altura, todos decidiam tudo: diretor, codiretor, coautor, autor, sonoplasta... era uma loucura. Aí eu falei com o Boni para contratarmos uma pessoa que fizesse esse meio de campo, para evitar desgastes. Foi então que contratamos o Mariozinho Rocha, que até hoje está lá”, explica João Araújo.

Sua primeira novela como coordenador musical da TV Globo foi Tieta, que bateu os recordes de venda da época com dois discos com músicas nacionais, sem trilha internacional.