Outros jornais

Outros jornais

O compromisso de Roberto Marinho com o jornalismo impresso de qualidade não ficou restrito ao jornal O Globo e às revistas semanais. Em 1998, lançou o jornal Extra, que logo se tornou um dos líderes de venda em banca no país. Em 2000, em parceria com o grupo Folha de S. Paulo, lançou o Valor Econômico, importante jornal de economia, finanças e negócios do país. E em 2006, já após a morte de Roberto Marinho, a Infoglobo lançou o tabloide Expresso, com a proposta de oferecer informação por um preço mais acessível.


Extra

Edição de lançamento do jornal Extra, 05/04/1998. Arquivo/Agência O GloboNo dia 5 de abril de 1998, Roberto Marinho lançou o jornal Extra. Através de uma ação promocional, a Infoglobo mobilizou a população do Rio de Janeiro para a escolha do nome do novo jornal, a exemplo do que havia feito Irineu Marinho em 1925, para a escolha do nome de O Globo.

Essa foi a primeira das muitas ações promocionais do Extra, que logo tornou-se reconhecido pela proximidade com o seu público. Com o foco nas classes B e C, o jornal tem linguagem simples e é voltado para temas ligados ao cotidiano do seu público, mas sem desprezar a apuração e a análise em suas matérias. Oferece, por um preço acessível, um noticiário voltado para fatos da cidade e cadernos temáticos que tratam de assuntos do dia-a-dia. Sucesso desde o lançamento, o Extra é o líder de venda em banca no país, com mais de 3 milhões de leitores. Além disso, o Extra Online, lançado em 2007, é um dos três sites ligados ao jornal impresso mais acessados do Brasil, reforçando a proximidade e o envolvimento do leitor, que participa, interage, contribui e opina com o conteúdo do jornal.