O Início

O Início

Um faro visionário e talento para negócios foram os ingredientes que levaram Roberto Marinho a comprar a frequência 1180 kHz, faixa PRE-3, para criar a Rádio Globo. Com sua habilidade transformou, em poucos meses, a Rádio Transmissora do Rio de Janeiro numa emissora de grande sucesso.


Política nas ondas do rádio

Em abril de 1944, quatro meses após a inauguração, a Rádio Globo dá seu primeiro furo de reportagem ao acompanhar o líder comunista Luiz Carlos Prestes, anistiado por Vargas, dez anos depois de ter sido preso. Em outubro do mesmo ano, outro momento histórico transmitido ao vivo pela emissora foi a deposição de Getúlio Vargas. Nesta cobertura, a emissora cria o slogan “Rádio Globo, uma emissora de O Globo”. A partir de então, as grandes coberturas jornalísticas e, depois, o noticiário de hora em hora, ganham o nome de O Globo no ar.

Em 1948, a Rádio Globo transmitiu direto da Câmara dos Deputados os debates sobre a cassação dos mandatos dos deputados eleitos pelo Partido Comunista, posto na ilegalidade.

Com o fim do Estado Novo e o abrandamento da censura, vários programas políticos passaram a fazer parte da programação das rádios cariocas, então capital federal. Em 1949, às vésperas das eleições presidenciais, a Rádio Globo lançou o programa Tribuna Política, que informava e comentava o que se passava na Câmara e no Senado, além de noticiar os fatos mais importantes sobre a sucessão presidencial.