Levar educação e cultura ao maior número de brasileiros era o objetivo de Roberto Marinho quando inaugurou, em novembro de 1977, a fundação sem fins lucrativos que leva o seu nome. Um painel com fotos de projetos realizados pela Fundação Roberto Marinho mostrou a atuação da entidade nas áreas de educação, patrimônio e meio ambiente. Duas TVs mostraram vídeos sobre projetos da Fundação, tais como Telecurso 2000, Prêmio Jovem Cientista, Cores da Cidade, Restauração da Biblioteca Nacional, Restauração do Museu da Pampulha, Restauração do Pelourinho e parceria na criação do Museu de Arte do Rio (MAR) e programas do Canal Futura, como Livros que Amei, Destino Educação, Afinando a Língua, Mundo da Leitura e Umas Palavras.