O Museu da Língua Portuguesa, os projetos Tecendo o Saber e Caminho das Águas, entre tantos outros, dão continuidade ao desejo de Roberto Marinho ao definir a razão de ser da Fundação Roberto Marinho: “Acreditamos que contribuindo para a solução dos problemas educacionais da maioria da população estaremos ajudando a construir um Brasil melhor".


Educação

Prosseguiram os programas para ajudar a eliminar a falta de escolaridade de crianças, jovens e adultos, como a Ciranda da Educação, em Ipojuca, Pernambuco, e o Multicurso Matemática, que formou educadores do ensino médio em Goiás.

Tecendo o Saber, um projeto em parceria com a Fundação Vale e o MEC, oferece alternativa de acesso ao ensino fundamental para jovens e adultos. As telessalas chegaram a Campo Grande (MS), Natal (RN), Recife (PE), Nova Iguaçu (RJ), Cariacica (RS), Governador Valadares (MG), Alto Alegre do Pindaré (MA), Marabá, Eldorado dos Carajás, Curinópolis e Parauapebas (PA) e Salvador (BA). Do projeto, resultaram coleções de livros e 65 vídeos, que também foram exibidos no Canal Futura, na Rede Globo e na TV Escola.

Qualifica Profissional 

O programa Qualifica Educação Profissional adota o método das telessalas e oferece cursos voltados para jovens e adultos. Os próprios alunos podem escolher os módulos, o que permite que eles sigam os conteúdos de acordo com seus interesses e disponibilidade. O projeto chegou à comunidade Santa Marta e à zona portuária, no Rio de Janeiro, e à Hortolândia, em São Paulo.

Turma da Bolsa 

O projeto Turma da Bolsa recorreu à internet para ensinar educação financeira para crianças de 7 a 10 anos. É composto por seis personagens, que ilustram e animam as atividades.