A Fundação Roberto Marinho iniciou suas atividades, em 1977, com a Campanha de Preservação da Memória Nacional. A proposta era conscientizar a população e as autoridades para a importância e necessidade da preservação e restauração do patrimônio histórico. O slogan da campanha, exibido em comerciais na Globo, era: "Nosso passado está vivo, ajude a conservá-lo".


Convento de Santo Antônio

A restauração do Convento de Santo Antônio, uma das igrejas mais populares do Rio de Janeiro, foi outra obra que teve a participação de grandes empresas junto à Fundação Roberto Marinho, em 1984. O Citibank e a João Fortes Engenharia ajudaram o convento a voltar a ser como antes, com a recuperação da fachada que havia sido desfigurada pela ação do tempo. E uma curiosidade: os restauradores encontraram duas fontes de água do século XVIII e um túnel de 60 metros por onde era possível caminhar em pé.