A partir de 1997, ano da consolidação da liderança da Globosat no mercado brasileiro de TV por assinatura, uma série de novos canais e transformações técnicas mudaram o perfil da empresa. A filosofia por detrás disso é apontada por Pecegueiro. “A gente começou a passar por um processo de instruir, educar e aparelhar o mercado para lidar com essa nova mídia.” Surgiram os canais Futura, Canal Brasil, Viva e Gloob. 

 


Nova sede

Em maio de 2010, a Globosat mudou-se para a nova sede, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. O edifício, com mais de 24 mil metros quadrados, foi construído especialmente para abrigar os mais modernos equipamentos e instalações e capacitado para transmitir integralmente em HD. A infraestrutura de rede é preparada para operar todos os controles de tráfego de sinal e exibição dos canais da programadora. A sede abriga ainda as áreas de edição dos canais, dois estúdios (150 e 80 metros quadrados) e equipamentos de última geração para o armazenamento dos arquivos de imagem.