O compromisso de Roberto Marinho com o jornalismo impresso de qualidade não ficou restrito ao jornal O Globo e às revistas semanais. Em 1998, lançou o jornal Extra, que logo se tornou um dos líderes de venda em banca no país. Em 2000, em parceria com o grupo Folha de S. Paulo, lançou o Valor Econômico, importante jornal de economia, finanças e negócios do país. E em 2006, já após a morte de Roberto Marinho, a Infoglobo lançou o tabloide Expresso, com a proposta de oferecer informação por um preço mais acessível.


Valor Econômico

Em parceria com a Folha de S. Paulo, as empresas Globo lançaram, em maio de 2000, o Valor Econômico, importante jornal de economia, finanças e negócios do país. Com cinco cadernos diários, o Valor Econômico traz análises, artigos e notícias sobre os temas que pautam os principais movimentos do mercado. Publica, ainda, revistas, anuários e suplementos especiais que analisam setores e cenários econômicos nacionais e internacionais.

Valor Econômico também está disponível na Internet. O portal Valor é considerado o mais completo endereço online com conteúdo especializado em economia, negócios, investimentos e finanças. Além das principais notícias e análises do mercado, também oferece ferramentas, simuladores, cotações e blogs com a opinião independente de especialistas do mercado.

Em setembro de 2016, o Grupo Globo se torna o único proprietário do Valor Econômico, ao adquirir os 50% do jornal que até então pertencia ao Grupo Folha.