Um faro visionário e talento para negócios foram os ingredientes que levaram Roberto Marinho a comprar a frequência 1180 kHz, faixa PRE-3, para criar a Rádio Globo. Com sua habilidade transformou, em poucos meses, a Rádio Transmissora do Rio de Janeiro numa emissora de grande sucesso.


Segunda Guerra Mundial

Inaugurada durante a Segunda Guerra, no ano decisivo para os brasileiros, a Rádio Globo dedicava atenção especial ao conflito, cujos acontecimentos eram noticiados diariamente no Correspondente de Guerra. O programa era transmitido diretamente do front italiano pelo jornalista enviado pelo O Globo, Egydio Squeff.

Em 3 de dezembro de 1944, um dia após o início das transmissões regulares, a Globo transmitiu para os soldados da Força Expedicionária Brasileira na Europa a primeira partida de futebol entre paulistas e cariocas para a decisão do Brasileiro de Seleções. A transmissão, na voz de Gagliano Neto, também foi irradiada para todo o Brasil, por ondas curtas.

Em março de 1945, em associação com a Legião Brasileira de Assistência, a Rádio promoveu um evento dedicado aos soldados brasileiros que retornavam do front e estavam em recuperação no Hospital Central do Exército. O evento contou com a participação de grandes artistas, como Grande Otelo, Zezé Fonseca, Sadi Cabral e Ataulfo Alves.