Inauguração do Projac, aquisição de equipamentos digitais, aposta no jornalismo investigativo. Nos anos 1990, Roberto Marinho redobrou o investimento em novos talentos e tecnologia, aprimorando cada vez mais a programação e ratificando o chamado Padrão Globo de Qualidade. Em 1997, Boni virou consultor da vice-presidência e Marluce Dias da Silva assumiu o cargo de diretora-geral da Rede Globo. 


Entretenimento

Na programação da linha de shows nessa década, só se falava em interatividade. O semanal Você Decide, primeiro programa interativo de dramaturgia da Globo, apresentava histórias cujos finais deveriam ser decididos por votação do público. O programa abordava questões éticas e polêmicas como corrupção, omissão em relação a crimes, eutanásia, entre outros. Você Decide (1992) também inaugurou na emissora um novo tipo de venda internacional: a exportação de formato, além de servir de espaço de experimentação para vários autores e diretores.

Ainda em 1992 estreou um humorístico que retratava os fatos da atualidade, parodiando o jornalismo convencional e outros programas televisivos: o Casseta & Planeta, Urgente!, que tinha como lema o slogan “jornalismo-mentira e humorismo-verdade”. O programa ficou 18 anos no ar.

Também teve destaque no período a série Brasil Especial, caracterizada pela adaptação de clássicos de autoria de escritores nacionais, como Artur de Azevedo, José Lins do Rego, Monteiro Lobato, Machado de Assis, Mário de Andrade, Sérgio Porto, João Ubaldo Ribeiro, entre muitos outros.

A Comédia da Vida Privada, originalmente baseada em crônicas de Luis Fernando Verissimo, também se estabeleceu na grade de programação, levando ao ar histórias bem-humoradas do  cotidiano da classe média brasileira. Ambos os projetos tinham a direção de Guel Arraes.